Portaria nº 06/2023 designa magistrado para presidir a Correição Geral 2023 – Mês de Agosto nos Serviços Notariais e Registrais do 11º NUR

PORTARIA Nº 06/2023

O JUIZ DIRIGENTE DO 11º NÚCLEO REGIONAL – CABO FRIO, Dr. FÁBIO COSTA SOARES, no uso de suas atribuições legais delegadas,

CONSIDERANDO os termos do artigo 1º, da PORTARIA CGJ Nº 173/2023, da lavra do Exmo. Corregedor-Geral da Justiça, Desembargador RICARDO RODRIGUES CARDOZO, publicada no DJERJ do dia 26/01/2023 (págs. 43/53) e republicada no dia 02/02/2023 (págs. 28/37), que determinou a realização de CORREIÇÃO GERAL em todas as Serventias Extrajudiciais da primeira instância do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro no período de 01 de fevereiro de 2023 à 15 de dezembro de 2023;

CONSIDERANDO, também, que compete ao Juiz Dirigente do Núcleo Regional, conforme disposto no art. 2º, da referida Portaria, designar os magistrados que presidirão as correições nos Serviços Notariais e Registrais;

CONSIDERANDO, ainda, a necessidade de observância do disposto no artigo 15, do Código de Normas da Corregedoria Geral –

parte Extrajudicial – Provimento CGJ nº 87/2022;

RESOLVE:

Art. 1º – Designar o magistrado Dirigente deste 11º NUR, para presidir a CORREIÇÃO GERAL 2023 – MÊS DE AGOSTO, nos Serviços Notariais e Registrais, bem como o servidor do setor de Fiscalização do 11º NUR, que o acompanhará na diligência, conforme relação abaixo:

Art. 2º – Os formulários a serem utilizados na CORREIÇÃO GERAL 2023-Extrajudicial, estão disponíveis no Portal da Corregedoria Geral da Justiça na rede mundial de computadores em Consultas/Serviços/Formulário/Correição Geral, local virtual em que também estão disponíveis instruções e Manual de Correição Anual Ordinária – Extrajudicial.

Art. 3º – O preenchimento da FOLHA DE ROSTO, já incorporada aos ANEXOS é de cunho obrigatório para TODOS os órgãos correicionados.

Art. 4º – Não sendo possível ofertar resposta a algum item do formulário, o fato deverá ser obrigatoriamente justificado na parte final do formulário, em “observações”.

Art. 5º – O GESTOR DA UNIDADE CORREICIONADA preencherá a folha de rosto, o formulário da parte geral e os formulários relativos às respectivas atribuições, obtidos na página da Corregedoria-Geral da Justiça, autodeclarando, sob as penas da lei, que as informações prestadas constituem a expressão da verdade, estando ciente das penalidades do artigo 299 do Código Penal Brasileiro e das sanções administrativas a que está sujeito por eventual falsa declaração (art. 32 da Lei nº 8.934/1994).

Art. 6º – Os formulários de preenchimento obrigatório pelas serventias extrajudiciais serão assinados pelo seu gestor e transmitidos ao e-mail do 11º NUR indicado no anexo, até o terceiro dia útil imediatamente anterior à data de seu início.

Art. 7º – Finda a correição, os formulários, tanto o(s) preenchido(s) pela serventia extrajudicial como o completado pela equipe de fiscalização, serão enviados pelo magistrado que presidiu a correição, eletronicamente pelo sítio eletrônico do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

Art. 8º – A equipe de fiscalização, concluída a correição e a análise dos dados encaminhados pelo serviço, enviará ao gestor um formulário que deverá ser arquivado juntamente com uma cópia física dos formulários transmitidos, sob pena de responsabilidade funcional.

Publique-se e Cumpra-se.

Cabo Frio, 28 de julho de 2023.

Fonte: Diário Oficial de Justiça do TJRJ

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Saving money concept Man hand putting Row and coin Write Finance Saving money concept Man hand putting Row and coin Write Finance

Aviso conjunto TJ/CGJ Nº 6/2024 orienta sobre recolhimento de imposto de renda pelo FUNARPEN às serventias extrajudiciais

alemanha_calendario-scaled

Jurisprudência selecionada sobre posse, usucapião e formas de aquisição de propriedade é tema do Segundo painel do V Seminário Brasil-Alemanha

Live - RDI em Debate ep_ 02

RDI em Debate: novo ciclo de lives terá início no dia 27 de fevereiro!

Rolar para cima
Pular para o conteúdo